Amamentação. Um híbrido natureza e cultura.

A preocupação com os efeitos negativos do desmame precoce tem se tornado assunto constante na agenda da saúde pública no Brasil. Os modelos explicativos para a relação do desmame-amamentação se multiplicam e sinalizam para o embate saúde e doença, evidenciando os condicionantes sociais, econômicos, políticos e culturais que influenciam a amamentação. 

A supervalorização do conhecimento científico em detrimento dos demais possibilita construções científicas, que visam atender interesses particulares de grupos sociais, como aqueles sustentados pelo marketing de alguns fabricantes de leites modificados.

O autor levanta questionamentos que permitem o desenvolvimento de ideias e reflexão do leitor.

 

Ver todas as Publicações
Observatório Opsan UNB
facebook
twitter
Layout e programação do site Identidade visual
Faça o ligin para continuar!

clique aqui